Indicado para

Indicado paraPele

Advertências

AdvertênciasAdvertências

1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
2. *Imagens meramente ilustrativas.*
3. É necessário dieta e exercícios físicos para auxiliar a redução de peso.
4. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
5. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
6. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
7. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
8. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
9. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
10. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
11. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.
12. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.
13. Sugerimos que consulte seu médico para mais esclarecimentos.
14. Diabéticos, pessoas com problema cardíaco, dores de cabeça, problemas de tiróides, pressão alta, depressão, próstata aumentada, glaucoma ou com condições psiquiátricas devem consultar o médico antes de tomar esse produto.
15. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO"

Prescrição escrita de medicamento controlados, contendo orientação de uso para o paciente, efetuada por profissional legalmente habilitado, quer seja de formulação magistral ou de produto industrializado só é liberada mediante retenção de receita. Conforme Portaria n.º 344, de 12 de maio de 1998.

O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário à informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto" RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

A manipulação de medicamentos controlados só poderá ser dispensada mediante a retenção da receita original e substâncias alopáticas mediante a sua apresentação prescrita por profissional legalmente habilitado, conforme portaria 344/98 e RDC 67/07
Atendimento
  • Vendas / Atendimento
    Televendas: (11) 3383-9400
  • SAC: (11) 98848-1737
Buscar no site
  • (11) 98927-3061 - Debora/Receita
  • (11) 99494-4771 - Maicon
  • (11) 99390-6742 - Roseli
  • (11) 98848-1737 - SAC
Solicitar Ligação

Pomada de Ipê Roxo - 30 Gramas

Código:
133
Opinião dos Consumidores:0

De: R$ 40,25Por: R$ 31,20

Preço a vista: R$ 31,20

Economia de R$ 9,05

-
1
+Comprar

Pomada de Ipê Roxo



O ipê-roxo pode ter efeitos anticoagulantes e, portanto, teoricamente, a utilização simultânea com anticoagulantes pode ocasionar efeitos aditivos. Evidências clínicas: Nenhum dado de interações foi encontrado. No entanto, afirma-se que o lapachol (o principal constituinte ativo do ipê-roxo) foi originalmente retirado do estudo clínico devido a seus efeitos anticoagulantes adversos, mas os dados não parecem estar disponíveis. Evidências experimentais: Em um estudo in vitro com microssomas hepáticos de ratos, foi demonstrado que o ipê-roxo é um potente inibidor da vitamina K epóxido redutase.

Afirmou-se que esses efeitos eram similares aos da varfarina. Mecanismo: Os anticoagulantes, como a varfarina, exercem seus efeitos antagonizando os efeitos da vitamina K, que é necessária para produzir alguns fatores de coagulação. Eles fazem isso inibindo a vitamina K epóxido redutase, que reduz a síntese da vitamina K. Essa ação parece ser compartilhada pelo lapachol e, portanto, o uso concomitante do ipê-roxo e anticoagulante pode ocasionar um efeito aditivo. Importância e Conduta: A evidência é extremamente limitada, mas o fato de o lapachol ter sido retirado dos estudos clínicos devido a seus efeitos anticoagulantes corrobora o mecanismo teórico sugerido. Até que se obtenham mais informações, parece prudente discutir o possível aumento dos efeitos anticoagulantes com qualquer paciente em tratamento com anticoagulantes que também desejar ingerir ipê-roxo. Se o uso concomitante for considerado desejável, pode ser prudente sugerir que o paciente verifique sua INR, assim como parâmetros de coagulação.

INDICAÇÃO:

- Eczemas
- Psoríase
- Alergias
- Ferimentos
- Aftas

Referências:

1. LORENZI, Harri; ABREU MATOS, F.J. Plantas Medicinais no Brasil Nativas e Exóticas. Instituto Plantarum, 2ª Edição, Nova Odessa – SP - Brasil, 2008.
2. WILLIAMSON, E.; DRIVER, S.; BAXTER, K. Interações Medicamentosas de Stockley: Plantas Medicinais e Medicamentos Fitoterápicos. Editora Artemed, Porto Alegre – RS, 2012.
3. Ipê Roxo. Disponível em: http://www.plantamed.com.br/plantaservas/especies/Tabebuia_impetiginos a.htm
4. Ipê Roxo. Disponível em: http://ervaseinsumos.blogspot.com.br/2009/03/ipe-roxo.html

Pomada de Ipê Roxo

Sobre o produto