Advertências

AdvertênciasAdvertências

1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
2. *Imagens meramente ilustrativas.*
3. É necessário dieta e exercícios físicos para auxiliar a redução de peso.
4. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
5. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
6. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
7. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
8. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
9. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
10. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
11. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.
12. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.
13. Sugerimos que consulte seu médico para mais esclarecimentos.
14. Diabéticos, pessoas com problema cardíaco, dores de cabeça, problemas de tiróides, pressão alta, depressão, próstata aumentada, glaucoma ou com condições psiquiátricas devem consultar o médico antes de tomar esse produto.
15. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO"

Prescrição escrita de medicamento controlados, contendo orientação de uso para o paciente, efetuada por profissional legalmente habilitado, quer seja de formulação magistral ou de produto industrializado só é liberada mediante retenção de receita. Conforme Portaria n.º 344, de 12 de maio de 1998.

O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário à informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto" RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

A manipulação de medicamentos controlados só poderá ser dispensada mediante a retenção da receita original e substâncias alopáticas mediante a sua apresentação prescrita por profissional legalmente habilitado, conforme portaria 344/98 e RDC 67/07
Atendimento
  • Vendas / Atendimento
    Televendas: (11) 3383-9400
  • SAC: (11) 98848-1737
Buscar no site
  • (11) 98927-3061 - Debora/Receita
  • (11) 99494-4771 - Maicon
  • (11) 99390-6742 - Roseli
  • (11) 98848-1737 - SAC
Solicitar Ligação

Mucuna Pruriens 400mg

Código:
0000000001086
Opinião dos Consumidores:0

De: R$ 58,00Por: R$ 48,00

Preço a vista: R$ 48,00

Economia de R$ 10,00

-
1
+Comprar

Mucuna Pruriens 400mg



A Mucuna é indicado para tratamento da doença de Parkinson. L-Dopa sozinha tem pouco efeito farmacológico, subseqüentemente ela é convertida a dopamina; assim ingestão de L-Dopa resulta em significante elevação dos níveis de dopamina. A maioria dos efeitos colaterais surge diretamente da atividade de dopamina como um neurotransmissor envolvendo a regulação do coração, sistema vascular, trato digestivo e sistema excretor (Dollery, 1999 apud Tebbett).

PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS

Aproximadamente 33% de uma administração de dose oral de L-Dopa tem sido absorvida no trato gastro intestinal, primariamente no jejuno e pequeno intestino. Picos de concentração plasmática ocorrerão dentro de 1-3 horas com níveis que podem variar entre indivíduos. A maioria de L-Dopa absorvida será convertida a dopamina na periferia (do corpo excluindo o cérebro) via ação da enzima L-aromaticaAtualmente no tratamento da doença de Parkinson L-Dopa está entre a droga mais prescrita num regime de droga com um inibidor (geralmente carbidopa ou benserazide) periférico de descarboxilase para prevenir perda de L-Dopa de pelo metabolismo de LAAD que começa na mucosa intestinal. A presença de um inibidor aumenta a quantidade de L-Dopa disponível ao cérebro de 75 a 80% (Jankovic and Caine, 1987 aput, The Chemistry) assim diminuindo a dosagem necessária para alcançar um efeito terapêutico. Níveis de tratamento para Parkinson tipicamente variam no começo entre doses de 0,25 g a doses de manutenção de 1-3 g por dia quando um inibidor é usado, ou até 8 g de L-Dopa por dia na ausência de um inibidor (Dollery, 1999; Moffat, 1986; Sparatto and Woods, 1996 aput.The Chemistry). aminoácido descarboxilase (LAAD). Menos que 1% da dose administrada realmente entrará o cérebro onde será convertido a dopamina no gânglio basal. Além de dopamina, L-Dopa periférico também será metabolizada a melanina, norepinefrina, 3-methoxitiramina, metildopa, entre outros. Os metabólicos são rapidamente excretados pela urina, aproximadamente 80% da dose administrada terá que ser excretada dentro de 24 horas e < 1% ficará inalterado.

Atualmente no tratamento da doença de Parkinson L-Dopa está entre a droga mais prescrita num regime de droga com um inibidor (geralmente carbidopa ou benserazide) periférico de descarboxilase para prevenir perda de L-Dopa de pelo metabolismo de LAAD que começa na mucosa intestinal. A presença de um inibidor aumenta a quantidade de L-Dopa disponível ao cérebro de 75 a 80% (Jankovic and Caine, 1987 aput, The Chemistry) assim diminuindo a dosagem necessária para alcançar um efeito terapêutico. Níveis de tratamento para Parkinson tipicamente variam no começo entre doses de 0,25 g a doses de manutenção de 1-3 g por dia quando um inibidor é usado, ou até 8 g de L-Dopa por dia na ausência de um inibidor (Dollery, 1999; Moffat, 1986; Sparatto and Woods, 1996 aput.The Chemistry).

Indicação:

- Energético e restaurador físico e psicológico
- Melhora a memória e a concentração
- Fortalece o sistema imunológico
- Regula o ciclo menstrual e aumenta a fertilidade
- Reduz os sintomas da TPM e da menopausa;
- Não engorda
- Desinteresse sexual
- Melhora a resistência física
- Aumenta a produtividade
- Aumenta a longevidade
- Diminui a fadiga
- Efeito estimulante

Referências:

CORRÊA, M. P. Dicionário das Plantas Úteis do Brasil. IBDF. 1984;
Beans For Prkinson´s Disease (www.parkinsos.org 28/02/07 16:00 hrs);
Journal Neurosurg Psychiatry. 2004;
The phytochemistry, toxicology, and food potencial of velvetbean;
The Chemistry and Toxicity of Mucuna Species.

Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 585/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!.

Mucuna Pruriens 400mg

Sobre o produto

Quem viu, viu Também